Páginas

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Memória Cinestésica

Depois da falar muito sobre memória cinestésica no ambiente de trabalho, resolvi postar um trecho do livro que elucida esse conceito e sua relevância.

(...) "é a capacidade da criança reter os movimentos motores necessários à realização gráfica. À medida que a criança entra em contato com o universo simbólico (leitura e escrita), vão ficando retidos em sua memória os diferentes movimentos necessários para o traçado gráfico das letras".
No início da aprendizagem da escrita, a criança precisa que o professor lhe indique sempre onde começar o traçado das letras e os movimentos que deve fazer. Aos poucos ela retém os atos motores e não necessita mais de tanta orientação.
A criança que apresentar dificuldades de memória cinestésica não se lembrará do traçado das letras no ditado e na escrita espontânea; ela copiará com lentidão e fará as letras isoladamente.

Como podemos ajudar a criança a memorizar o traçado gráfico da letra? Três formas bem simples podem ser utilizadas:

1. CAIXA DE AREIA - com uma tampa de caixa de sapato, bem encapada com plástico adesivo ou papel, coloque 1cm de altura de  areia lavada (limpa) natural ou colorida. Com o aluno sentado frente à caixa desenhe uma letra na areia e peça que ele passe o seu dedo indicador (de acordo com sua lateralidade) sobre o seu traçado. Desmanche o traçado sacudindo a areia de leve e peça para o aluno refazer a letra. Por ser uma atividade pouco comum o aluno sente muito prazer ao realizá-la ao ponto de querer desenhar na areia.

2. LETRAS IMPRESSAS - Folhas com letras cursivas impressas no computador na versão maiúsculas e minúsculas encapadas com saco plástico ou com plástico adesivo transparente. Na frente do aluno faça o traçado sobre as letras com o dedo indicador mostrando o movimento correto a ser feito para cada letra. Peça ao aluno para repetir sua ação. Para obter essa letra é simples eu baixei da internet, letra cursiva,  porém é muito importante ter antivírus no computador.




3. SACO PLÁSTICO DE ZIPPER COM TINTA DE DEDO - Em um saco que contenha o fechamento com zipper (marca conhecida), coloque tinta de pintura de dedo no seu interior em quantidade suficiente para criar uma lâmina de tinta no saco deitado como uma folha, feche o lacre e proceda da mesma forma que nas atividades anteriores, mostre o traçado e peça ao aluno para repetir sobre o saco deitado.

É claro que nada substitui o trabalho do professor mostrando a escrita na lousa para seus alunos, essas são dicas que fazem a criança achar que ela está brincando com as letras (o que não deixa de ser verdade)....Bom trabalho!!!

Obrigada pela visita.


REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

JOSÉ, Elisabete da Assunção; COELHO, Maria Teresa. Problemas de Aprendizagem. 12. ed.
São Paulo: Ática, 2004.


2 comentários: